notícias da OA
-
AGOSTINHO RICCA (1915-2010)
20.01.2010
Agostinho Ricca faleceu no passado dia 17 de Janeiro. Contava 94 anos.
Nascido no Porto em 1915, concluiu o Curso de Arquitectura na Escola Superior de Belas-Artes do Porto (ESBAP) em 1941. Estagiou no gabinete de Januário Godinho e trabalhou com Rogério de Azevedo, designadamente no restauro do Paço dos Duques de Bragança, em Guimarães. Iniciou actividade como profissional liberal em 1943 e, mais tarde, colaborou com Giovanni Muzio no primeiro Plano de Urbanização da Cidade do Porto.
Agostinho Ricca foi um dos protagonistas da geração moderna da arquitectura portuguesa, sendo membro fundador da Organização dos Arquitectos Modernos (ODAM) em 1947 e participando nas respectivas exposições no Ateneu Comercial do Porto (1947 e 1951). Em 1952, participou na Bienal Internacional de Arte de São Paulo.
Em 1953, foi convidado por Carlos Ramos a exercer funções docentes na ESBAP, de onde, seis anos mais tarde, acabou por ser afastado por motivos políticos, tendo sido readmitido em 1977.
Entre 1955 e 1960 concorre a vários concursos em parceria com Benjamim do Carmo, entre os quais se destaca o primeiro prémio para o Hotel Turismo de Viseu. Entre a sua obra, assinalam-se a Escola de Enfermagem (Braga, 1960), a Torre de Habitação na Rua Júlio Diniz (Porto, 1962), o Parque Residencial da Boavista (Porto, 1961/74), a Câmara Municipal de Santo Tirso (1970) ou a Igreja de Nª Srª da Boavista (Porto, 1979). O seu último projecto, concluído em 2009, foi a Igreja da Sagrada Família, em Chaves.
Pelo seu exemplo, a Ordem dos Arquitectos presta a Agostinho Ricca a merecida homenagem.

Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
TERÇAS TÉCNICAS