agenda
-
Reposição das Conferências “Discursos sobre Arquitectura”, FAUP, 1990
28.01.2010
Discursos (Re)visitados – Ciclo de Vídeo
2 de Fevereiro > 20 de Abril 2010
Cinema Passos Manuel, Porto
“Discursos sobre arquitectura” foi um ciclo de conferências que reuniu, em 1990, no Auditório da Escola Superior das Belas Artes do Porto, um conjunto notável de arquitectos. A Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto marcava assim a entrada na última década do século com uma iniciativa de grande alcance e ambição. Alguns nomes, então numa primeira fase das suas carreiras, como Jacques Herzog e Peter Zumthor seriam mais tarde reconhecidos com o Prémio Pritzker. James Stirling, uma figura central da arquitectura do pós-guerra, faria aqui uma das suas últimas conferências. Para aqueles que na altura puderam presenciar as conferências, estudantes de arquitectura, arquitectos e professores, o ambiente era intenso e a expectativa do encontro com algumas das figuras já míticas da arquitectura contemporânea pairava no ar.

Passados 20 anos, muitas coisas mudaram na arquitectura, embora também muitas outras se mantenham inalteradas. A iniciativa que apresentamos visa, por um lado, celebrar o ciclo de conferências de 1990 e, por outro, questionar o que a passagem do tempo fez àquilo que se ouviu e foi mostrado. O que permanece hoje dos Discursos de Arquitectura de 1990, lançados por personagens tão diversos como Giorgio Grassi e David Chipperfield? Será que aquilo que perdeu pertinência nesses “discursos” pode ter ganho patine e uma inteligência mais funda? Como é que o discurso destes arquitectos por vezes poético, outras vezes meramente circunstancial, resiste ao passar de 20 anos?

Poderemos então reencontrar a voz de Fernando Távora e de Álvaro Siza representando o contexto nacional; Stirling, Grassi e Rafael Moneo como nomes representativos de uma influente geração “pós-moderna”; Jacques Herzog, Peter Zumthor e David Chipperfield, hoje centrais na cena contemporânea; Bernardo Secchi, um teórico maior do urbanismo em Itália; e Kenneth Frampton, que com o conceito de “regionalismo crítico” inscreveu a arquitectura do Porto, e de Siza em particular, no contexto internacional dos anos 80.

Ao ser lançada esta reposição de um conjunto seleccionado de 10 conferências, olhando para trás, pretende-se também discutir o futuro da arquitectura. Como diz José Gil, nem sempre no nosso país é feita a “inscrição” do que acontece. Este ciclo pretende “inscrever” os Discursos de Arquitectura no espaço contemporâneo. Por isso, convidámos um conjunto de arquitectos e críticos para apresentar e debater, em 2010, os “discursos” e os seus ecos futurantes de 1990.

Jorge Figueira

Para mais informações consulte o site da OA-SRN

Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
HOMEING