agenda
-
Duas Linhas: Debate e Exposição
28.01.2010
30 Janeiro
Sede Nacional da Ordem dos Arquitectos
João Seixas, João Nunes, Mário Alves , Nuno Portas, Samuel Rego, Diogo Seixas Lopes, Delfim Sardo e Álvaro Domingues, entre outros, vão passar pela Ordem dos Arquitectos no dia 30 de Janeiro de 2010. Pretexto? Duas Linhas, o projecto dos arquitectos Pedro Campos Costa e Nuno Louro, vertido para livro e exposição, vai ser o tema central de uma jornada de reflexão que
culmina com a abertura da respectiva exposição ao público. A exposição ficará patente até ao mês de Março.

Segundo os autores, o objectivo por detrás da exposição e do livro resultantes do projecto, é fazer “o retrato sensorial do território”. E
explicam: “70% da população habita o território português ao longo da costa Ocidental. Apenas 30% da população vive no interior do país, ao longo da fronteira com Espanha. Duas zonas habitadas de diferentes maneiras, com tempos diferentes, ritmos, arquitecturas, paisagens, culturas, velocidades e
densidades diferentes. Estes dois mundos, são duas realidades com potenciais e problemas, ambas com naturais ansiedades e características”.

Na linha ao longo da fronteira, explicam, “o território é povoado com imagens de um tempo perdido, desertificado e sem esperança. Com uma paisagem
melancólica ainda uma urbanização concentrada, povoada de um imaginário rural, hoje com um potencial turístico, ambiental e um património cultural e
arquitectónico invejável”.

O que se encontro ao longo da linha da Costa é outra realidade “claramente urbanizada de forma contínua e dispersa, marcada com as grandes infra-estruturas viárias e ferroviárias, uma paisagem urbana típica das
zonas urbanizadas. Aqui encontra-se a sociedade criativa e produtiva, típica das grandes urbes, continuamente em alteração e com uma enorme carga de
construção”.

Os arquitectos percorreram os 715 quilómetros do território continental, nas duas linhas, com dois itinerários diferentes e uma metodologia: de Norte
para Sul, em tempos e percursos diferentes. "Em 70 pontos pré-definidos foram tiradas 70 fotos. Dois territórios e tempos unidos ponto a ponto pela
mesma latitude. Foram convidados dois fotógrafos para cinco registos individuais em latitudes, preferencialmente não consecutivas, à sua escolha. Daniel Malhão para a linha ao longo da fronteira, Nuno Cera para a linha ao longo da costa".

O resultado do percurso é um livro de cerca 150 páginas, com fotografias e elementos gráficos e prefácio de Álvaro Domingues, Mário Alves, Samuel Rego,
João Seixas e João Ferreira Nunes. A exposição é feita com os elementos produzidos durante o percurso e poderá ser visitada na Sede Nacional da Ordem dos Arquitectos a partir do dia 30 de Janeiro, todos os dias úteis, das 10h às 18h.


PROGRAMA

Abertura - 11.00


TEMPO

11.30 – 13.00

Qual é o tempo do território? A velocidade, implicações na transformação da paisagem, como reflexo social, político e cultural. A paisagem como veiculo da noção do tempo (histórico-identitário).

João Seixas, João Nunes, Mário Alves, Pedro Campos Costa – apresentação do projecto e do tempo

Moderador: Leonor Cintra Gomes


ESPAÇO

14.30 – 16.00

O que constrói o território. O não-modelo como desenvolvimento. Espaço urbano, espaço rural espaço cultural, ligações, redes e novos modelos de desenvolvimento territorial.

Nuno Portas, João Ferrão, Samuel Rego, Nuno Louro – apresentação de imagens e do espaço

Moderador: Carlos Pinto

IMAGEM

16.30 - 18.00

Identidade(s)? Reflexões sobre a(s) imagem(s) do território.

Daniel Malhão, Diogo Seixas Lopes, Delfim Sardo, Álvaro Domingues

Moderador: Alexandra Prado Coelho

ABERTURA DA EXPOSIÇÃO - 18.30



Ficha técnica do projecto

Autores
Pedro Campos Costa, Nuno Louro

Fotógrafos
Nuno Cera, Daniel Malhão

Design Gráfico
R2 design





Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
CINChromaGuide