agenda
-
em trânsito #043 | Monique Eleb | Architectures de l'habiter en Ile de France. Généalogie.1945-2010
26.10.2012
26 de Outubro de 2012
Sexta-feira, 22h00
Casa da Música - Sala 2, Porto

“O que é que a arquitectura da habitação colectiva nos diz sobre os modos de vida e a sua evolução? Mostrar a arquitectura doméstica no que ela tem de banal, de excepcional e de judicioso, confrontar o ‘standard’ e a ‘vanguarda’, a concepção e, simultaneamente, a recepção pelos habitantes do que lhes é proposto, é reflectir sobre o espaço doméstico e as suas representações, sobre o íntimo e o “em casa”. Trata-se de apresentar exemplos de ‘habitat’ social, de produção corrente ou diferenciada, desde 1945. Esta habitação colectiva foi o vector e o substrato de numerosas inovações arquitectónicas e urbanas. Questionamo-nos também sobre quem, no “interior”, participa na construção do “exterior”, sobre a relação entre os usos e os dispositivos da arquitectura doméstica, os ambientes de cada época, os slogans e ideais estéticos do momento (salubridade, saúde, educação, hedonismo, flexibilidade, desenvolvimento sustentável, etc.) e, enfim, sobre o impacto dos regulamentos sobre a organização interna da habitação.” Monique Eleb


Monique Eleb (Casablanca, 1945) é psicóloga, Doutorada em sociologia e HDR (habilitada para coordenar investigação académica). Professora na ‘École Nationale Supérieure d'Architecture de Paris-Malaquais’, dirige o ‘Laboratoire Architecture Culture et Société, XIXe-XXIe siècle (ACS)’, do UMR/CNRS/MCC. Estes domínios de ensino e de investigação focam/incidem sobre a genealogia da habitação, a análise da concepção arquitectónica e a sociologia do habitat e os modos de vida. Através do ACS integra, também, a equipa MVRDV/ACS/AAF, uma das 10 equipas multidisciplinares constituída para responder ao convite lançado pelo Presidente da República Francesa para uma reflexão internacional sobre o futuro da metrópole parisiense “Grand Pari(s)”.

Autora de numerosas publicações sobre história sociocultural do habitat e sobre a produção de arquitectura contemporânea, acaba de concluir (com Philippe Simon) uma pesquisa sobre os últimos 15 anos de habitar para o PUCA (programa interministerial ligado à direcção geral de equipamento, habitação e da Natureza) “Entre confort, désir et normes. Le logement contemporain,1995-2010” Ed. Mardaga (no prelo), e (com Sami Bendimérad) a exposição/catálogo para a Ordem dos Arquitectos da Ilha de França (região parisiense) “Vu de L’Intérieur” sobre os modos de vida em habitação colectiva de 1945 à actualidade que constitui a base da conferência ‘Em Trânsito’. Outras publicações recentes incluem “Entre voisins. Dispositif architectural et mixité sociale”, 2000 (com Jean-Louis Violeau), “Casablanca - Mythes et figures d'une aventure urbaine”, 2004 (com Jean-Louis Cohen) ou “Paris. Société de café”, 2005 (com Jean-Charles Depaule).

Todas as informações.

Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA