agenda
-
lançamento do livro Urbanismo e Arquitectura em Angola
18.03.2013
A Faculdade de Arquitectura da UTL e a editora Caleidoscópio convidam para o lançamento do livro Urbanismo e Arquitectura em Angola de Maria Manuela da Fonte, no dia 20 de Março pelas 17h30 na sala CUBO da Faculdade de Arquitectura, Pólo Universitária / Alto da Ajuda, Rua Sá Nogueira.

O tema central deste livro consiste na análise das formas de ocupação do território em Angola, das suas estruturas e organização, bem como da Arquitectura aí produzida no período compreendido entre os anos 20 e 70 do século XX.
Foi nossa pretensão estudar a hipótese da existência de uma identidade própria no urbanismo e arquitectura praticados no meio século que precedeu a independência de Angola, e que consistiria na expressão portuguesa adaptada ao contexto colonial.
Aborda-se o reflexo espacial do discurso ideológico colonial no que se refere aos vários tipos de ocupação do território angolano, bem como as teorias urbanísticas europeias e portuguesas e a sua tradução na prática urbanística angolana, através da análise dos planos e projectos de arquitectura deste período.
Quer na arquitectura quer no urbanismo, encontram-se modelos de ocupação do território que, por um lado, têm directa relação com as políticas vigentes e, por outro, com modelos conceptuais emanados directamente de Portugal e que, por sua vez, se consolidavam nas referências internacionais. Estas referências adaptam-se ao espaço angolano de duas formas distintas, por justaposição, ou por mimetismo, em função do maior ou menor peso da relevância da interpretação do sítio na concretização das soluções.
A uma forma portuguesa de fazer arquitectura angolana correspondeu, em sentido inverso, uma forma angolana de fazer arquitectura portuguesa, quer se localizasse no campo da espontaneidade quer da racionalidade, quer tentasse ser vernacular ou moderna.
A emergência de novas cidades onde tudo estava por fazer, terreno fértil de aplicação da leveza da linguagem e do estar, da libertação do gesto na concepção urbanística e arquitectónica pela mão dos vários actores (onde os arquitectos tiveram papel determinante), traduziu-se numa arquitectura e urbanismo tropicais angolanos de expressão portuguesa.



Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
TERÇAS TÉCNICAS