outras notícias
-
CIALP em Durban no 25º Congresso da UIA
28.07.2014
O Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa (CIALP) estará presente, com a maior representação de sempre, no 25.º Congresso da União Internacional dos Arquitectos (UIA), a realizar em Durban (África do Sul) no início deste mês Agosto.
A convite da organização, marcará igualmente presença na 26.ª Assembleia da UIA, de acordo com o seu actual estatuto de parceiro institucional associado desta organização internacional de arquitectos, a mais importante do mundo.

Não só o CIALP reunirá os seus Conselho Directivo e Assembleia Geral em Durban, nas instalações do Consulado de Portugal, como terá iniciativas próprias ou integrará actividades do Congresso da UIA. Entre estas contam-se uma exposição própria sobre património do século XX nos países lusófonos (com o apoio do Instituto Camões), a participação na mesa redonda sobre a UIA e os seus parceiros, e a participação num painel sobre revitalização de espaços públicos. Recorda-se que, ainda que a título individual, o Presidente do CIALP, Arqº João Belo Rodeia, integra o Comité Científico do Congresso.

Importa referir que a participação do CIALP terá um cunho particularmente político, apoiando a candidatura do Instituto dos Arquitetos do Brasil à realização do 27º Congresso UIA no Rio de Janeiro em 2020, assim como os candidatos a membros de órgãos sociais da UIA provenientes dos associados CIALP, designadamente os Arqºs Victor Leonel (Angola) e Roberto Simon (Brasil), ambos candidatos a membros do Conselho UIA, assim como, para o mesmo efeito, os Arqºs Prakash Deshmukh (Índia) e Weimin Zhuang (China), pelas ligações respectivas com a Secção de Goa do Instituto Indiano de Arquitectos e com a Associação dos Arquitectos de Macau. Uma vez mais, o CIALP não deixará de tentar implementar a língua portuguesa como língua de trabalho da UIA.

De acordo com o compromisso assumido na Declaração CIALP de Tóquio, aquando do 24.º Congresso UIA, estarão presentes mais associações profissionais de arquitectos de língua portuguesa neste Congresso e Assembleia (embora nem todos com direito a voto), nomeadamente a Ordem dos Arquitectos de Angola, o Instituto de Arquitetos do Brasil, a Ordem dos Arquitectos de Cabo-Verde, a União de Arquitectos da Guiné-Bissau (a confirmar), a Secção de Goa do Instituto Indiano de Arquitectos (representada na delegação do IIA), a Associação dos Arquitectos de Macau, a Associação Moçambicana de Arquitectos (em breve, Ordem dos Arquitectos de Moçambique) e a Ordem dos Arquitectos de Portugal. De igual modo, importará recordar que, em breve, o CIALP contará com um novo membro associado, a Ordem dos Engenheiros e Arquitectos de São Tomé e Príncipe. Em Durban, estará igualmente presente o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, membro observador do CIALP.

Esta é a primeira vez que o CIALP reúne fora dos países de língua portuguesa, de algum modo celebrando a realização do 25.º Congresso da UIA, pela primeira vez, na África subsariana, de onde provém a maioria dos seus membros.


Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
TERÇAS TÉCNICAS