agenda
-
© Margaux Darrieus / AMC - Le corps des architectes-conseils de l'État au Métaphone à Oignies (62) pour leur séminaire 2014
Séminaire ACE Porto 2015 – Penser l’architecture
08.10.2015
Durante os dias 8, 9, 10 e 11 de Outubro, cento e cinquenta Arquitectos Conselheiros do Estado Francês reúnem-se para a realização do seminário anual com o objectivo de visitar e debater quais têm sido as estratégias urbanas na cidade do Porto.

A figura de Arquitecto Conselheiro do Estado Francês foi criada em 1945 para resolver a reconstrução do património habitacional arrasado pela II Guerra Mundial. Como consequência foi criada a lei SRU (Solidarité de Renouvellement Urbain) para agir em três áreas que mais tarde deram o nome ao Ministério do Urbanismo, Habitação e Transportes, que actualmente tutela este grupo de arquitectos.

Os cento e cinquenta arquitectos reúnem-se anualmente para observar e debater, a partir do lugar escolhido, as suas missões e o seu papel em território francês.

Depois de Dornbirn na Áustria, em 2010, Bruxelas, em 2012, e Helsínquia, em 2014, este ano decidiram rumar ao sul da Europa.

O presidente do Corps de Architectes-Conseils de L’État Français, Philippe Challes, justifica a escolha da cidade do Porto por interessar perceber “como é que a sobreposição de tempos e escalas no Porto permite, através de um desenho de arquitectura responsável, materializar-se num desenvolvimento urbano de qualidade”.

O Seminário ACE Porto 2015, co-programado com as arquitectas Ana Neto Vieira e Matilde Seabra, da Talkie-Walkie, desenvolve-se ao longo de três dias em três lugares marcantes na cidade, a Faculdade de Arquitectura, a Casa das Artes e o Clube Comercial do Ateneu.

# Conferências sobre políticas de urbanismo, por Manuel Correia Fernandes, Vereador do Urbanismo da Câmara Municipal do Porto; sobre a arquitetura da cidade pós-1974, por Nuno Grande, arquiteto e crítico; sobre o projeto Metro do Porto, por Eduardo Souto Moura, arquiteto laureado Pritzker em 2011;

# Realização de quatro visitas pela Frente de Rio e Marítima, orientadas por Ivo Poças Martins, Manuel Fernandes de Sá e Rodrigo Coelho. E pelo Centro Histórico e habitação plurifamiliar, orientadas por Nuno Valentim e Pedro Baía. A pé, de metro ou em autocarro privativo os participantes visitarão a cidade sobre os diferentes pontos de vista destes arquitetos implicados em investigações e no desenho dos projetos, como é caso do urbanista Manuel Fernandes de Sá, urbanista responsável pela frente do rio Douro, e do arquitecto Nuno Valentim, autor do projecto de revitalização do Mercado do Bolhão.

# os três debates designados “Ateliers”, orientados pelos jornalistas e críticos de arquitectura franceses Olivier Namias, Soline Nivet e Sébastien Marot, sobre o que os participantes estão a vivenciar e a observar in loco.

O encerramento do seminário contará com uma sessão plenária entre os membros e uma conferência sobre o paradoxo de uma profissão em crise e “disneyficação” do Porto pelo turismo, por André Tavares, arquitecto e comissário da Trienal de Arquitectura 2016;

Anualmente é elaborada uma publicação com as conclusões do Seminário ACE da autoria dos relatores franceses e para a qual já foram escolhidos textos de autores portugueses, como o caso do geógrafo Álvaro Domingues.

Nota: Ver programa ACE Porto 2015 em anexo

+ info


Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
TEKTONICA