outras notícias
-
Brown Dog Studio
Carles Muro é o primeiro curador para a arquitectura do Museu de Arte Contemporânea de Serralves
14.06.2017
"Carles Muro traz um conhecimento profundo da arquitectura como prática e como história acompanhado por um envolvimento próximo com a obra de Álvaro Siza e com a comunidade portuguesa e internacional ligada à arquitectura” [Suzanne Cotter, MACS]

Arquitecto e professor, Carles Muro, catalão (Barcelona, 1964), vai ser o primeiro curador adjunto da direcção do Museu de Arte Contemporânea de Serralves (MACS) para os programas de arquitectura. Muro será responsável pela programação mais imediata, mas principalmente a da próxima temporada.

Segundo o comunicado emitido pela Fundação de Serralves, “esta nova posição foi criada pelo reconhecimento da importância crescente da arquitectura, como parte do programa artístico do museu, na sequência da oferta de 40 projectos do arquivo de Álvaro Siza e da colaboração institucional entre a Fundação de Serralves, o Canadian Centre for Architecture, em Montreal, e a Fundação Gulbenkian, em Lisboa”.

Segundo a directora do Museu de Serralves, Suzanne Cotter, Carles Muro terá um papel fundamental no desenvolvimento do trabalho do museu, promovendo a consciencialização, discussão e debate sobre a arquitectura e a sua relação com a arte, a sociedade e a cultura contemporâneas e o reforço do papel central da arquitectura em Serralves como parte do seu ADN físico.

A escolha de Carles Muro resulta de um concurso internacional que contou com 170 candidaturas de diferentes países. Suzanne Cotter, directora do MACS, em declarações ao Público Catalão, justifica a escolha do arquitecto. Segundo a directora do MACS “Carles Muro tem um conhecimento profundo da arquitectura, e também da obra de Álvaro Siza, com quem já trabalhou no seu atelier no Porto”. Acrescentou a importância de se tratar de alguém que associa “a prática da arquitectura com a investigação e o ensino”.

Carles Muro tem já definida programação. Destaca-se em Julho um ciclo de conferências Novas Perspectivas, que vai abordar a relação da arquitectura com as artes, e um encontro de Siza com José Pedro Croft (os dois representantes portugueses nas bienais de arquitectura e de arte de Veneza em 2016 e 2017).

Para o Outono, e associada à exposição retrospectiva da obra de Jorge Pinheiro (a inaugurar a 22 de Setembro), o próprio pintor, ao lado de Pedro Cabrita Reis e Eduardo Souto de Moura, irá reflectir sobre a intercepção dessas disciplinas.


Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA
CARMO