comunicados
-
“Habitar”
27.09.2018
(...) A Ordem dos Arquitectos lamenta que um direito constitucional como é a habitação não tenha sido devidamente considerado ao longo dos anos, promovendo a sua construção publica de qualidade, e se tenha chegado a esta situação degradante. (...)
A problemática da habitação é central para a Arquitectura e, como tal, constitui uma das principais preocupações da Ordem dos Arquitectos.

Não podemos, pois, deixar de nos sensibilizar e solidarizar, em particular com os estudantes do ensino superior, cuja situação tem sido denunciada na comunicação social, face à vulnerabilidade deste grupo social, sujeito à deslocalização e grande impacto nos orçamentos das famílias.

Esta situação é bem reveladora da problemática da habitação, para a qual a Ordem dos Arquitectos tem vindo a chamar a atenção ao longo dos anos e aos diversos governos, e é sintomática da pesada herança dos anos da crise e do desinvestimento na Arquitectura, na habitação e na qualidade das nossas cidades, e cujos resultados têm vindo a revelar-se preocupantes.

A habitação não é acessível à maioria dos portugueses nas nossas principais cidades e este problema tende a agravar-se, quer por via das novas dinâmicas do turismo, quer por via das mudanças sociológicas que se têm vindo a operar na constituição das famílias portuguesas, quer ainda dos novos regimes de mobilidade laboral.

No entanto, a Ordem dos Arquitectos, enquanto organismo que tutela a Arquitectura, está obrigada a considerar a globalidade da problemática, e esta é ainda mais abrangente, estendendo-se às questões da qualidade da reabilitação que tem vindo a realizar-se, muitas vezes ultrapassando garantias técnicas fundamentais, e também à degradação do parque habitacional e do espaço público em primeiras e segundas periferias das cidades.

A Ordem dos Arquitectos lamenta que um direito constitucional como é a habitação não tenha sido devidamente considerado ao longo dos anos, promovendo a sua construção publica de qualidade, e se tenha chegado a esta situação degradante.

A Ordem dos Arquitectos está disponível para actuar junto da Administração Pública para a resolução destes problemas que afectam diariamente uma parte significativa da população portuguesa.


Subscrever E-Newsletter



 

TSF

JA

mais

 

OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA