outros prémios nacionais
-
Eliana Sousa Santos vence Prémio Fernando Távora 12ª Edição
03.04.2017
A Arquitecta Eliana Sousa Santos sagrou-se ontem, vencedora da 12ª edição do Prémio Fernando Távora, com a proposta “Branco a Branco - White salts, white sands”.

O júri anunciou ontem, por unanimidade, Eliana Sousa Santos a vencedora da 12ª edição do Prémio Fernando Távora numa cerimónia que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos.

A arquitecta é actualmente investigadora em pós-doutoramento no CES, Universidade de Coimbra com o projecto "George Kubler’s Shape of Time: The Historiographical effect of Portuguese Plain Architecture in Post-revolutionary Portugal."

A proposta “Branco a Branco - White salts, white sands” foi distinguida pelo júri do galardão pela abrangência disciplinar do seu conteúdo, relacionando paisagem, arte e arquitectura e, por outro lado, pela sua referenciação à arquitectura chã e à simplicidade buscada num território abstracto e intangível, “O retiro para um lugar onde o intangível é mais presente, um lugar abstracto.” (excerto da proposta de viagem).

Para a concretização da proposta, Eliana Sousa Santos receberá uma bolsa de viagem no valor de seis mil euros.

Nesta sessão estiveram presentes os elementos do Júri da 12ª edição: artista urbano Alexandre Farto (Vhils), Arq. Florindo Belo Marques, Arq. Marta Fernandes, Dr. Victor Branco (em representação da família do Arquitecto Fernando Távora) e Arq. Nuno Mateus, que apresentou uma conferência com o tema "A Viagem".

A conferência de apresentação do resultado da viagem de Eliana Sousa Santos vai realizar-se a 2 de Outubro de 2017, Dia Mundial da Arquitectura, de novo na Câmara Municipal de Matosinhos.

Sobre Eliana Sousa Santos

Eliana Sousa Santos é arquitecta, investigadora e docente. Comissariou a exposição A Forma Chã (Museu Gulbenkian 2016/17), projecto associado da Trienal de Arquitectura de Lisboa 2016. Foi pós-doutoranda visitante na Universidade de Yale em 2013/14. Actualmente é investigadora em pós-doutoramento no CES, Universidade de Coimbra com o projecto "George Kubler’s Shape of Time: The Historiographical effect of Portuguese Plain Architecture in Post- revolutionary Portugal." É licenciada em arquitectura pela Universidade Técnica de Lisboa, mestre em arquitectura pela Universidade de Coimbra e doutora pela Universidade de Londres. Trabalhou nos escritórios West 8 e Sousa Santos Arquitectos. Foi professora adjunta convidada na ESAD.CR e é professora auxiliar no departamento de arquitectura na ULHT.

Sobre o Prémio Fernando Távora:

O Prémio é organizado pela Secção Regional Norte da Ordem dos Arquitectos (OASRN) em parceria com a Câmara Municipal de Matosinhos (CMM) e a Casa da Arquitectura (ACA), contando com o patrocínio da Ageas Portugal.

Surge como homenagem ao arquitecto Fernando Távora que, enquanto arquitecto e pedagogo, foi uma influência para sucessivas gerações de arquitectos. Relaciona-se com os hábitos do arquitecto que, durante toda a vida, viajou pelos vários continentes para estudar a arquitectura de todas as épocas. É um prémio anual e nacional destinado a todos os arquitectos inscritos na OA, para a melhor proposta de viagem de investigação. O objectivo é incentivar e valorizar a Viagem de Investigação enquanto instrumento de formação do arquitecto.

O Prémio Fernando Távora possibilita aos arquitectos uma preparação através de experiências reais, valorizando a importância da viagem e do contacto directo com outros países para a formação da cultura do arquitecto.

Lançado em 2005, o prémio distinguiu até agora os arquitectos: Nélson Mota, Sílvia Benedito, Maria Moita, Cristina Salvador, Armando Rabaço, Marta Pedro, Paulo Moreira, Sidh Mendiratta, Susana Ventura, André Tavares e Maria Neto.


Subscrever E-Newsletter



 

BA

JA

mais

 

Encontre um Arquitecto
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX CONHECER 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA