agenda
-
A TUA CASA / Modernismo Crítico
24.07.2015
20 a 26 de Agosto
sede da Ordem dos Arquitectos
inauguração: 20 de Agosto, 18h

MODERNISMO CRITICO
De acordo com Viollet-le-Duc (1863-1872), Teoria corresponde ao conjunto de regras e tradições, ligadas à ciência, à sociedade e à História, que a Arquitectura enquanto arte da construção, deve expressar através da prática. A Arquitectura tem uma estrutura profunda ligada ao próprio discurso arquitectónico que inclui narrativas, processos, referências e materiais.

A arquitectura tem restrições económicas que podem colocar em causa a sua própria existência e aceitação pública. Num mundo global de pós Crise (2007-2008) a arquitectura deve comunicar para fora do seu próprio quadro de referência validando a sua existência como uma arte pública, politica e social que procura o progresso democrático. O progresso tem vários significados: tecnológico, social, politico, económico e cultural (Jencks, 2007).

A Cidade da Cultura da Galiza (1999-2011), do arquitecto Peter Eisenman, é um exemplo pós-moderno de arquitectura Desconstrutivista, fora de harmonia com o espirito do seu tempo afectado por crises financeiras, politicas e sociais. A análise da História revela que uma das razões que conduziu à Revolução Francesa (1789-1799) foi o excessivo dispêndio do erário público, canalizado para financiar a exuberância da arquitectura tardo Barroca. Os períodos críticos sempre foram propulsores de progresso (Marc Bloth and Lucien Febvre, 1929). A questão que a exposição procura responder é: O que é arquitectura do Povo, pelo Povo, para o Povo?

A exposição é composta por três momentos: Teoria, Prática e Politica. Os três concursos Públicos compõem a componente prática. São exemplos de uma reflexão crítica sobre o seu tempo e assentam da teoria de Charles Jencks (2007). Os projectos exploram os cinco princípios genéricos defendidos pelo autor: Assuntos Externos; Iconografia Relevante; Superação de Uso; Multivalência; e Honrando pela Critica. A Teoria está representada através de uma Cronologia que funciona como hipertexto da História, também ele relacionado com os projectos. A Politica surge como uma reflexão critica sobre o momento actual, entendida como um contributo cívico.


Organização
Ana de Bastos
Filipe Xavier Oliveira
Miguel Meirinhos
Nuno Freitas
Pedro Lopes


Portal dos Arquitectos

Secção Regional Norte

Secção Regional Centro

Secção Regional Lisboa e Vale do Tejo

Secção Regional Alentejo

Secção Regional Algarve

Secção Regional Madeira

Secção Regional Açores


Terças Técnicas


Siga-nos no facebook
Siga-nos no Instagram
Siga-nos no YouTube

Contactos
OTIIMA
OA
OASRN OASRS HABITAR PORTUGAL IAP20 OAPIX 1(-)1 CONGRESSO DOS ARQUITECTOS PORTAL DOS ARQUITECTOS
CAE CIALP DoCoMoMo FEPA UIA